BISPO JADSON NA VIGILIA DA PAZ EM SALVADOR

EVENTO REALIZADO NO DIA 18 DE SETEMBRO DE 2009 COM CERCA DE 100 MIL PESSOAS.

Vigília da Igreja Universal reúne mais de 100 mil em Salvador

Igreja Universal

Uma hora e quinze minutos que ficarão na memória de mais de 100 mil pessoas. Mensagens de fé, louvores e orações marcaram a Vigília da Paz, realizada sexta-feira (18), às 20 horas, na Boca do Rio, na orla de Salvador. O evento, promovido pela Igreja Universal do Reino de Deus, teve como objetivo propagar mensagens de otimismo, solidariedade e, sobretudo, de paz, pois a capital vivenciou dias difíceis nas primeiras semanas de setembro.

Uma série de atentados a ônibus e a módulos policiais criou um clima de tensão na cidade. Por isso, ao idealizar o evento, o bispo Jadson Santos, responsável pelo trabalho da Igreja Universal na Bahia, pretendia provocar a reflexão sobre a promoção de um convívio social fundamentado no respeito ao próximo e na ética.

“Todo mundo deseja viver em paz e a nossa pretensão é que esta bênção se estabeleça não apenas na cidade, mas em cada lar, no meio familiar. Isto porque acreditamos que quando muitos se reúnem em torno de um propósito, ele se concretiza. Foi justamente o que fizemos nesta Vigília”, disse o bispo Jadson.

Um forte clamor em favor da cura e libertação foi destaque na reunião, quando muitas pessoas ficaram curadas. A cabeleireira Conceição Silva de Almeida, de 26 anos, chegou ao encontro sentindo dores no olho direito e afirmou que não conseguia enxergar bem com ele há quatro dias.

“Eu ia marcar o médico, pois estava muito preocupada, mas vim para a Vigília porque sei dos milagres que acontecem nestas reuniões. Durante a oração, pedi a Deus que me curasse e Ele me curou. Eu abri os olhos e vi o bispo nitidamente”, declarou.

Um dos momentos que chamaram a atenção do público foi quando o bispo Jadson convidou ao altar a empresária Beatriz Souza Lima, 62 anos. O propósito foi que ela contasse as bênçãos recebidas após exercitar a fé em Jesus Cristo. Mesmo com vários cursos de graduação e pós-graduação, além de uma empresa de sucesso no ramo de confecções, Beatriz não conseguiu impedir que sua vida chegasse à ruína.

“Doente, com uma dívida de 365 mil reais e 208 cheques devolvidos, assim cheguei à Igreja Universal. Não tinha sequer dinheiro para comprar pão. Para uma pessoa que conheceu todos os países da América Latina, que já fez palestras em congressos internacionais, aquela situação era muito humilhante”, disse.

Beatriz contou que na Igreja Universal aprendeu a usar a fé sobrenatural que a fez trilhar pelo caminho da superação e da conquista. Ela conseguiu pagar as dívidas, comprar automóvel zero e remontar a empresa.

“Hoje tenho minha honra restabelecida pela manifestação do Poder de Deus”, completou.

Fonte: Conteudo Universal

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 1.506 outros seguidores