Produzi frutos dignos de arrependimento!

frutifique

“Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento” (Mateus 3:8).

Você acha que para viver no espírito basta não viver na carne? Bom, fique a vontade para ler até o final. Talvez seja necessário repensar um pouco nisso… BOA LEITURA! Deus abençoe.

Um homem tinha dois filhos, e, dirigindo-se ao primeiro, disse: Filho, vai trabalhar hoje na minha vinha.
Ele, porém, respondendo, disse: Não quero. Mas depois, arrependendo-se, foi.
E, dirigindo-se ao segundo, falou-lhe de igual modo; e, respondendo ele, disse: Eu vou, senhor; e não foi.
Qual dos dois fez a vontade do pai?

Depois a gente continua esta história… No momento, resolvi mostrar o texto acima para fazer uma comparação entre o que é uma teoria e o que é a prática de uma teoria.

“Porque, se alguém é ouvinte da palavra, e não cumpridor, é semelhante ao homem que contempla ao espelho o seu rosto natural; Aquele, porém, que atenta bem para a lei perfeita da liberdade, e nisso persevera, não sendo ouvinte esquecidiço, mas fazedor da obra, este tal será bem-aventurado no seu feito.” (Tiago 1:25).

No reino espiritual, de fato uma teoria sem prática é só um mero discurso porque no reino do espírito as coisas são materializadas pela fé. E, isso ocorre diariamente.
Quando falamos de frutos do espírito, não precisamos complicar tanto o entendimento para descobrir que uma vida no mundo natural é uma vida de coisas comuns, um mundo da razão; do emocionalismo, um mundo das incertezas; das vaidades; um mundo sem Deus. Segundo a Bíblia, é um mundo da carne (natureza humana) onde se produz todos os frutos que dela lhes são característicos.
Na ilustração acima, o primeiro filho sabia exatamente o que deveria fazer a pedido de seu pai. Mas, o desejo de sua carne (o homem natural) era de não ir trabalhar na vinha.
O apelo carnal pela desobediência lhe era primário. Talvez preguiça, talvez outros prazeres da carne… O homem natural não entende as coisas do espírito porque lhes parecem loucura. Mas, no mundo espiritual o homem compreende com habilidade as coisas naturais, e reage sobre a pressões desagradáveis que delas advenham.

Este filho naturalmente não desejava render obediência ao pai, contudo, repensando, renasceu-lhe um espírito de arrependimento e, convertido ao espírito de seu pai, trocou o seu desejo egoísta para obedecer ao pedido de quem lhe criara com amor e às duras penas, num labor que é peculiar ao campo. Desde o nascente até o poente a plantação de vinho era o que o pai havia como trabalho e renda desde a infância de seus filhos. Este filho resolveu, portanto, envidar sintonia com o mesmo plano de seu pai. O seu espírito sabia, sua alma não queria ir e seu corpo rendeu-se primeiramente ao governo de sua alma. No final, porém, quem ganhou foi o seu espírito de obediência ao pai.

“Não importa o que você sabe, nem o quanto você sabe.

O que importa mesmo é o que você vai saber fazer com este conhecimento.”

Continuado a história, o segundo filho fez uma promessa ao seu pai de que iria ao campo para ajudá-lo. Acontece que aquele filho, mesmo sabendo que havia de trabalhar na vinha de seu pai, resolveu fazer outras coisas e, desobedecendo, não foi. Sobre ele ainda havia mais um agravante, um atributo subversivo do engano. Certamente, que o espírito dele não estava refinadamente apurado ao espírito de seu pai.

Neste cenário havia uma vinha a ser trabalhada; um pai criando os seus filhos; dois filhos decidindo entre obedecer e desobedecer; uma guerra interior entre os frutos da carne e os frutos do espírito.
Essa foi só uma ilustração, porém no mundo real, Deus está assistindo tudo.

“Os olhos do SENHOR estão em todo lugar, contemplando os maus e os bons.” (Provérbios 15:3).

Achar que uma vida no espírito é tão somente não satisfazer as obras da carne que são adultério, prostituição, impureza, lascívia, Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, rivalidade, iras, pelejas, dissensões, heresias, Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas é o suficiente para estar em sintonia com Deus é um grande engodo.
Há muita gente boa por ai que não pratica estas coisas, mas que mesmo assim nega a Jesus, não crê em suas obras ou mesmo crendo, age de forma semelhante ao segundo filho desta história. Ser gente boa não é o princípio espiritual que ingressará o homem ao reino dos céus. É necessário nascer de novo através da fé em Jesus.

Viver num estado zen, imaginando aterrissagens e decolagens astrais, falando coisas estranhas, dentro de uma bolha particular sem altruísmo, isso não é uma vida de paz de espírito.
Passear na igreja, aprender um monte teorias, admirar pregadores, gostar de música e de danças e teatro; gostar de Jesus, comprar muitos livros e muitos cds, ser amigo de nobres, viver numa família cristã, mas sem JESUS, nada garante sobre o seu futuro espiritual. Filho de salvo, salvinho não é! É necessário nascer de novo pelo ESPÍRITO e, é claro, quem nasce do espírito produz frutos do Espírito Santo.

Mas, quando de fato o homem natural conhece as coisas espirituais ele exala os frutos que são inerentes a isto, os quais são manifestos pelo Espírito Santo de Deus. São eles, amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Gálatas 5:22
Para viver no espírito não basta omitir as obras da carne, é necessário manifestar as obras do Espírito. Quem vive no espírito AMA, é alegre, tem paz, é bondoso, fiel, é benigno, paciente, é manso e equilibrado. Para a manifestação destes frutos não há regras de lei que os condene no céu, nem na terra.

A parábola acima foi contada por Jesus aos seus discípulos em Jerusalém, logo depois do evento em que ele expulsa os feirantes do templo. Jesus perguntou: qual dos dois filhos fez a vontade de seu pai? Disseram-lhe eles: O primeiro. Disse-lhes Jesus: Em verdade vos digo que os publicanos e as meretrizes entram adiante de vós no reino de Deus. (Mateus 21:31)
A teoria do arrependimento, é nada sem se arrepender na prática.

“Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito.” (Gl 5:25)

Até uma próxima filhos (obedientes)!

Embriaguemo-nos do Espírito Santo

espirito santo - aguas vivas

Efésios 5:18 – E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito

A frase “Mas enchei-vos do Espírito”, no grego faz uma referencia contínua, isso nos deixa claro que  sermos cheios do Espírito Santo não pode ser  uma experiência isolada, mas devemos nos encher do Espírito Santo em todos os dias, todas as horas, todos os minutos a cada segundo.

Enchermos-nos do Espírito Santo é a nossa armadura de poder e autoridade em Jesus Cristo,

O Senhor nos disse que seríamos revestidos com poder do alto, para curar os enfermos, expulsar demônios, falar novas línguas, etc… Marcos16:17-18

Como é se encher do Espírito?

A Bíblia nos diz que somos vasos criados por Deus, o Profeta Jeremias teve uma experiência incrível quando viu i oleiro fazendo um vaso.

Como sabemos se somos cheios do Espírito Santo: Gálatas 5:22 – Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade,mansidão, domínio próprio.

Nos temos estes frutos em nossa vida?

Para termos a vida cheia do Espírito Santo, temos que conhecer algumas chaves:

A primeira chave é: Temos que nos esvaziar de nós mesmos e de todas coisas ruins em nossa vida.

Amados, o Senhor quer nos encher de Seu Espírito, ele que nos encher da sua água da vida, pois ele mesmo disse em João 4:14 – aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna

Porém, o Senhor nos disse que de uma mesma fonte não pode sair água doce e salgada. Muitas vezes nos enchemos de maus pensamentos, de brigas..rinchas, etc…

Ai pedimos ao Senhor, “Encha-me”, mas será que temos espaço para sermos cheios?

Assim para nos enchermos do Espírito temos que esvaziar nossos corações do pecado.

Mas como esvaziar nos corações do pecado?

Simplesmente reconhecendo e renunciando nossas armaguras, nossos rancores, resumindo renunciarmos tudo que é contrário a Deus e entregar a Deus nossos pecados. 1João 1:9 – Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.

E se vierem os problemas?

É claro que em nossas vidas sempre aparecem problemas, mas temos que ter a convicção que Deus está no controle de nossas vidas.

A segunda chave para nos enchermos do Espírito Santo é renovar diariamente os nossos pensamentos e nosso coração.

Romanos 12:2 – E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

O Senhor nos disse que este mundo tem um sistema, uma forma, um esquema, um estilo de vida o qual ele nos diz para não nos conformarmos com este mundo.

Temos que nos renovar através do Seu poder, deixamos  que a palavra de Deus limpe nossos pensamentos.

Filipenses 4:8 – Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.

Devemos meditar em Efésios 6 a armadura espiritual.

Todo soldado quando sai para a batalha tem que estar revestido. Os soldados da antiguidade cobriam suas cabeças com capacetes, porque a cabeça, o celebro, o pensamento é o mais importante em uma batalha, pois sem raciocinar, sem pensar direito o soldado o perde a noção e também a batalha.

O diabo sabe que se ele acertar a nossa mente fica mais fácil de nos vencer, por isso ele fica 24 horas por dia jogando dardos com pensamentos malignos para nos atingir.

Ele pode jogar dardos de incredulidade, de medo, de formicação, de adultério, etc……depois ele mesmo nos acusa dizendo, olha o que ele está pensando!

Não devemos dar lugar em nossa mente ao diabo, temos que ter bem claro que o diabo veio somente para matar, roubar e destruir.

Quando tivermos pensamentos ruins temos que repreende-los em nome de Jesus e pedir discernimento ao Espírito Santo.

Temos que marcar nosso território, nossa mente, nossa casa nossa família, nossos filhos, nosso casamento, dizendo: satanás, você não tem lugar neste território por que entreguei a minha vida a Jesus Cristo e estou cheio do Espírito Santo.

A terceira chave para vivermos cheios do Espírito Santo é declarando que somos de DEUS!

No Salmo 23

O Senhor é o meu pastor – Temos que estar seguros que realmente é Deus para ti.É o nosso pastor, Deus é o nosso maior tesouro. nada me faltará – Deus é a sua provisão, não importa em que situação se encontra o nosso pais, Deus é quem cuida.

Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas. Refrigera a minha alma; – Essa é a nossa posição, como disse em Efésios 1:3 – Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo.

guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome. – O senhor vai te guiar por toda sua vida, não importa o que passamos neste mundo, mas é ele quem nos guia!!

Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.- – Não importa por onde andemos com ele estamos seguros.Não temerei, é sinal de paz o Senhor é a sua Paz, com Deus não há temor.

Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, – Deus é quem nos alimenta e coloca nossos inimigos de baixo de nossos pés, mas não esqueça que sua luta não é contra a carne mas contra os espíritos e potestades do mal.

unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda. Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; – Deus é a nosso plenitude todos os dias de nossas vidas, é Ele que nos enche do espírito santo.

e habitarei na Casa do Senhor por longos dias. – Esta é uma promessa que temos de Deus, não importa que se a terra se move, se as coisas trocam de lugar mas temos que estar firmados  em Jesus.

Devemos entregar nossas vidas todos os dias nas mãos de Jesus.

Temos que nos renovar todos os dias através da oração, louvores e adoração a DEUS, Deus vai limpar nossos corações.

Não se esqueça que DEUS é muito valioso para nós!!!   E vivamos nos enchendo do Espírito Santo!

Algumas verdades sobre o Espírito Santo

espirito santo

O Espírito Santo é a fonte da verdade. A Bíblia diz em João 14:16-17 “E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Ajudador, para que fique convosco para sempre, a saber, o Espírito da verdade, o qual o mundo não pode receber; porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque ele habita convosco, e estará em vós.”
Receber o Espírito Santo significa nascer de novo. A Bíblia diz em João 3:5-7 “Jesus respondeu: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te admires de eu te haver dito: Necessário vos é nascer de novo.”
Para receber o Espírito Santo é só pedir e depois seguir a Sua direção. A Bíblia diz em Lucas 11:13 “Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais dará o Pai celestial o Espírito Santo àqueles que lho pedirem?” Atos 5:32 “E nós somos testemunhas destas coisas, e bem assim o Espírito Santo, que Deus deu àqueles que lhe obedecem.”
O Espírito Santo é parte da Trindade. A Bíblia diz em Atos 5:3-4 “Disse então Pedro: Ananias, por que encheu Satanás o teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo e retivesses parte do preço do terreno? Enquanto o possuías, não era teu? e vendido, não estava o preço em teu poder? Como, pois, formaste este desígnio em teu coração? Não mentiste aos homens, mas a Deus.”
O Espírito Santo é Deus vivendo naqueles que creêm. A Bíblia diz em Mateus 18:19-20 “Ainda vos digo mais: Se dois de vós na terra concordarem acerca de qualquer coisa que pedirem, isso lhes será feito por meu Pai, que está nos céus. Pois onde se acham dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.”
O Espírito Santo está presente em tempos de tribulação. A Bíblia diz em Mateus 10:19-20 “Mas, quando vos entregarem, não cuideis de como, ou o que haveis de falar; porque naquela hora vos será dado o que haveis de dizer. Porque não sois vós que falais, mas o Espírito de vosso Pai é que fala em vós.”
O Espírito Santo ajuda-nos a adorar a Deus. A Bíblia diz em João 4:23-24 “Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e é necessário que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.”
O Espírito Santo dá-nos a habilidade de conversar sobre temas espirituais com convicção. A Bíblia diz em Atos 1:8 “Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samária, e até os confins da terra.”

Vencendo o Desânimo pela Fé!

Em nossa época há inúmeras coisas que podem nos levar ao desânimo. A situação se agrava quando se acrescentam os problemas pessoais.

Mas Jesus é maior que tudo! Ele nos ama e jamais permitirá que as provações sejam superiores ao que podemos suportar: “Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar” (1 Co 10.13). Como discípulos de Jesus, é importante que aprendamos a assumir uma posição interior oposta às dificuldades logo que elas aparecerem, e não deixemos que elas tomem conta de nós.

Como podemos fazer isso? Levantando bem alto o escudo da fé! Quero acentuar que isso deve ser feito “imediatamente”. Em outras palavras: agradeça logo ao Senhor por estar absolutamente protegido e seguro nEle. Se Jesus Cristo tornou-se nosso Salvador e Senhor pessoal, então a cada hora, a cada minuto, estamos seguros e protegidos de verdade. Assim, lemos em Colossenses 3.3: “…porque morrestes, e a vossa vida está oculta juntamente com Cristo, em Deus.” Não restam dúvidas nem incertezas!

O profeta Isaías, inspirado pelo Espírito Santo, diz a mesma coisa quando nos apresenta um quadro maravilhoso, para servir de ilustração a essa verdade tão importante: “Acaso pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta viesse a se esquecer dele, eu, todavia, não me esquecerei de ti. Eis que nas palmas das minhas mãos te gravei; os teus muros estão continuamente perante mim” (Is 49.15-16). Deus estava em Cristo e nos reconciliou consigo mesmo. Isso aconteceu na cruz do Calvário, onde literalmente fomos gravados nas palmas de Suas mãos! E este mesmo Deus maravilhoso tem nossos “muros” continuamente diante de Si! Ele sabe das nossas limitações, das nossas mudanças de humor e das nossas falhas! Ele conhece nossas ansiedades e angústias. E através de Sua Palavra Ele nos anima, dizendo: “Eu fiz tudo por você porque o amo. Confie em mim! Não fique olhando apavorado ao seu redor – levante seus olhos para mim! Eu sou o Autor e o Consumador de sua fé!”

Segure novamente as mãos traspassadas de Jesus: numa decisão cheia de fé, lance todas as suas angústias sobre Ele, que se preocupa com você e cuida de você: “lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós” (1 Pe 5.7)!

No que acredita a IGREJA UNIVERSAL? Quais as doutrinas da IURD?

A Igreja Universal do Reino de Deus expressa sua fé, tendo como base de sua pregação as seguintes afirmações:

1. Há um só Deus, Vivo, Verdadeiro e Eterno, de infinito poder e sabedoria. O Criador e Conservador de todas as coisas visíveis e invisíveis, que, na unidade de Sua divindade, majestade, poder e mistério, subsiste em três Pessoas distintas, de existência eterna, iguais em santidade, poder e majestade. A saber: o Pai, o Filho e o Espírito Santo.

2. O Deus-Pai foi o primeiro a Se manifestar ao homem, desde Adão até o nascimento do Senhor Jesus Cristo, para lhe trazer a Lei e os Mandamentos.

3. O Filho, o Senhor Jesus Cristo, que foi o segundo a Se manifestar ao homem, quando veio ao mundo em forma humana, nasceu do ventre da virgem Maria, por obra e graça do Espírito Santo. Ele, que é a Palavra encarnada do Pai, tomou a natureza humana, reunindo assim duas naturezas inteiras e perfeitas (a Divina e a humana) para ser conhecido como verdadeiro Deus e verdadeiro homem. Sofreu, foi crucificado, morto e sepultado, reconciliado-nos, assim, como Pai, fazendo a expiação pelos nossos pecados e nos garantindo a salvação e a libertação de todos os nossos sofrimentos.

4. A manifestação da terceira Pessoa da Santíssima Trindade, o Espírito Santo, é feita no coração humano, para convencê-lo do pecado, da justiça e do juízo. Quando cometemos algum pecado, Ele logo mostra, através da nossa consciência, que pecamos, permitindo nosso arrependimento.

5. A Bíblia, que é a Palavra de Deus, foi escrita por homens divinamente inspirados. Ela é o padrão infalível pelo qual a conduta humana e as opiniões devem ser julgadas: “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra.” (2 Timótio 3.16,17).

6. A justificação do homem somente se realiza pela fé no Senhor Jesus Cristo, como está escrito: “Todavia, o meu justo viverá pela fé, e, se retroceder, nele não se compraz a minha alma.” (Hebreus 10.38). Significa que as obras assistenciais, embora sejam muito importantes dentro do cristianismo, jamais poderão conduzir o homem à salvação.

7. O batismo com o Espírito Santo é um ato da graça de Deus. É uma experiência que se adquire pela fé apropriadora da parte daquele que deseja purificação e santidade em sua vida. Esse batismo é realizado pessoalmente pelo Senhor Jesus e tem como real evidência a transformação do caráter de Deus, além da fala em línguas estranhas.

8. O batismo nas águas é realizado por imersão, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, não como meio exclusivo de salvação, mas como parte dela. É um ato público de profissão de fé, com vistas ao sepultamento do corpo do pecado ou da natureza pecaminosa, para se viver em novidade de vida. Após o batismo nas águas, tem de acontecer uma mudança de vida, ou seja, jamais podem ser mantidos os hábitos errados que existiam antes, tais como vícios, gênio ruim, egoísmo, etc.

9. Todos os nove dons do Espírito Santo também nos são acessíveis nos dias atuais, como partes integrantes da obra expiatória do Senhor Jesus Cristo. Com respeito ao dom de profecia, temos visto o grande engano que o diabo e seus demônios têm espalhado entre os cristãos sinceros e desavisados. Muitas pessoas têm perdido até a salvação por terem sido iludidas por “profecias” que jamais saíram da boca de Deus; casamentos têm sido feitos e desfeitos na base de “profecias”. Daí, a Igreja Universal do Reino de Deus adota o sistema de fundamentar a sua fé exclusivamente na Palavra de Deus escrita, isto é, a Bíblia Sagrada.

10. A Santa Ceia é a cerimônia mais importante dentro do cristianismo; ela não é apenas um símbolo da participação do corpo e do sangue do Senhor, ela realmente é uma participação física de um Senhor espiritual com a finalidade de fortalecer a Igreja física e espiritualmente, relembrando a morte do Senhor até que Ele venha. Além disso, ela serve para uma renovação dos votos de aliança com Deus através do sangue do Senhor Jesus.

11. Os dízimos e as ofertas são tão sagrados e tão santos quanto a Palavra de Deus. Os dízimos significam fidelidade, e as ofertas, o amor do servo para com o Senhor. Não se pode dissociar os dízimos e as ofertas, o amor do servo para com o Senhor Jesus, uma vez que eles significam, na verdade, o sangue daqueles que foram salvos em favor daqueles que precisam ser salvos.

12. A Igreja visível do Senhor Jesus é a reunião de todos os cristãos fiéis, unidos uns aos outros na fé e na comunhão do Evangelho, observando os mandamentos do Senhor, governados pelo Seu Espírito, pela Sua palavra e pelo Seu nome.

13. O Senhor Jesus Cristo concedeu autoridade espiritual aos Seus seguidores, não somente para curar os enfermos e expulsar os demônios, mas, sobretudo, para levar a Sua Palavra, com poder do Espírito Santo, a todo o mundo e fazer discípulos.

14. Todos os cristãos têm o direito à vida abundante, conforme as Palavras do Senhor Jesus: “…eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.” (João 10.10)

15. Todos os cristãos devem desejar a volta do Senhor Jesus o mais breve possível. A Sua vinda será pessoal e inesperada, significando que todos os cristãos devem sempre estar preparados para recebê-Lo nas nuvens, conforme está escrito em Mateus 24.30 e Apocalipse 1.17.

16. O objetivo final de um relacionamento permanente com o Senhor Jesus pela fé é a vida eterna, a qual Ele prometeu a todos os que perseveram até o fim. “Quanto, porém, aos covardes, aos incrédulos, aos abomináveis, aos assassinos, aos impuros, aos feiticeiros, aos idólatras e a todos os mentirosos, a parte que lhes cabe será no lago que arde com fogo e enxofre, a saber, a segunda morte.” ( Apocalipse 21.8)

Fonte: Arca Universal

Metamorfose Espiritual

OS EXCESSOS NA VIDA – Pastor Jacob

Estimados amigos, durante algum tempo eu vivia lendo este versículo, e queria de uma forma simples saber explicá-lo para as pessoas:
Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas. 1 Coríntios 6:12

Há certas coisas na vida que um atleta decide deixar para trás, essas coisas não são ruins para outras pessoas, mas são muito negativas para os atletas. No plano espiritual é o mesmo com os cristãos. Paulo diz claramente que nem todas as coisas são boas para nossa vida espiritual.
O que um atleta faz quando quer ser mais rápido?
Ele elimina tudo que é prejudicial para sua saúde e seu desempenho.

Se algo não nos ajuda ir mais rápido, então isso é excesso de peso. Devemos nos livrar de tudo o que não é apropriado, ou seja, das coisas que aparentemente não são erradas, mas não nos ajudam em nossa vida espiritual.

O que te atrapalha pode ser certas amizades, uma casa de férias na praia que todas as semanas você troca pela sua ida a igreja, coisas que o ocupem demasiadamente e acabam tomando seu tempo com Deus. Coisas que não são más em si mesmas, mas um comportamento que entristece ao Espírito Santo e o afasta de Jesus por ocupar o espaço que deveria pertencer a Deus em sua vida.

A ansiedade também pode te atrapalhar, e muito!
Não estou dizendo que você deve se conformar com os problemas, mas permitir que as preocupações permaneçam em sua mente e tomem seus pensamentos durante seu dia, além de não resolver nada, simplesmente também acabarão tomando o espaço que deveria ser da sua comunhão com Deus.

Quanto mais você ocupar sua mente com a ansiedade e com as preocupações, mais o desespero tomará conta do seu coração e mais distante você ficará de Deus, menos tempo restará para que você se concentre na palavra de Deus e a ansiedade acabará bloqueando sua fé, e interrompendo seu canal de ligação com Deus. Sendo assim você não conseguirá ouvir a voz de Deus, nem entender o que Ele quer de você, pois estará sintonizado em outra estação: em tudo, menos na palavra e vontade de Deus.

Você gostaria de ter um amigo, e querer falar com ele algo importante, mas que ele sempre estivesse ocupado para lhe ouvir? Assim acontece com a ansiedade, quando alimentada dentro de você interrompe o canal de ligação entre Deus e você!
Liberte seus pensamentos de todo peso, deixe as preocupações de lado, confie mais em Deus. Passe a estar focado no que fazer para estar mais próximo de Deus, e em como fazer para agradá-lo cada vez mais e melhor.

Agora procure com atenção dentro de sí mesmo: O quê tem atrapalhado você com Deus?
Procure rapidamente livrar-se destes pesos, e tenha paz com Deus e com sua fé.

Nas suas orações peça a Deus: Eu tenho alguma coisa verdadeiramente que está me impedindo de crescer na fé. Revela-me o que é, para que eu possa viver uma vida totalmente entregue a Deus, à causa de Cristo e ao evangelho.

Existem muitas pessoas que estão anos e anos na igreja, e elas não crescem espiritualmente por não saberem priorizar a vontade de Deus, nem seu relacionamento com o Espírito Santo.

Isso nos preocupa muito, porque o objetivo do nosso trabalho é salvar almas.
Pastor Jacob.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 1.711 outros seguidores