Marcelo Crivella em plenário se posiciona sobre o DIA D

Senador Crivella, em pronunciamento no Plenário do Congresso Nacional relata participação em evento de fé no Rio de Janeiro.

Crivella no dia D – Canta um forró gospel

DIA D – DIA DA DECISÃO EM RONDÔNIA

O espaço entre as Avenidas Amazonas e Guanabara ficou pequeno para a multidão que se aglomerou para participar do Dia da Decisão, “O Dia D”, realizado pela Igreja Universal. Cerca de 30 mil pessoas vindas de várias regiões de Rondônia, e concentradas na capital, Porto Velho, compareceram ao megaevento em busca de muitas orações e bênçãos.

O bispo Antônio Melo lembrou do poder de Deus para os presentes. Durante as orações, várias pessoas foram abençoadas, mesmo aquelas que já estavam sem chance de vida saíram do local curadas.

A dona de casa Albeniza Teixeira, de 49 anos, estava com um caroço no estômago, não tinha mais esperança de cura. Durante a oração, ela ficou curada e deu o testemunho. Albeniza mora em Porto Velho e agora diz que está feliz com o presente que o Senhor lhe deu: “Na hora da oração me deu uma coisa ruim na barriga e logo passou a dor. Deus é poderoso”, finalizou.

Pessoas que estavam com problemas diversos foram em busca de solução, Desde o inicio do “Dia da Decisão”, à 16h, a movimentação era grande no local. O bispo Antônio Melo fez oração para os 30 mil participantes. Além do bispo, esteve presente, entre outros, o pastor Delso, que também orou pedindo a Deus pela total mudança de vida de cada pessoa lá presente.

Veja as fotos do evento:

Ceará fica pequeno para evento da Igreja Universal

O Dia D já pode ser considerado o maior evento da história Fortaleza, que por sinal não possui um lugar com capacidade para um evento deste porte. Segundo o Corpo de bombeiros estavam ali mais de 350 mil pessoas e uma frota de mais de 2,6 mil ônibus, além de Vans e carros particulares.  Foi necessário mobilizar o povo cearense para o município de Eusébio, a 18 km da capital. O Autódromo Internacional Virgílio Távora foi o único com estrutura suficiente para um evento deste porte. O local nunca foi utilizado para um evento como este, e o seu maior publico foi de 26 mil pessoas, em 2006. O público superou até o número de habitantes, cerca de 40 mil pessoas.  O local passou a ser chamado pelos organizadores de A Cidade da Benção.

Caravanas de várias localidades estavam presentes, como a de Viçosa, a 349 Km da capital.  A dona de casa, Cristina Félix, de 33 anos, deixou os três filhos com o pai para fazer a viagem. “Nós enfrentamos mais de 7 horas de viagem para estar aqui. Saímos de lá a meia noite e fomos os primeiros a chegar, apenas no objetivo de alcançar a mudança de nossas vidas”, disse.

A dona de casa Rosa Aguiar, de 73 anos, também veio nesta fé: “Este é um sacrifício mínimo, já que Deus já fez vários milagres em minha vida. Eu fui desenganada pelos médicos, que disseram que eu não poderia mais andar, pois meus ossos estavam podres pela osteoporose. Fui curada e hoje vim receber mais um milagre”, enfatiza.

José Dantas, de 24 anos, é padre da igreja Católica Carismática da Diocese do Ceará. Ele fez questão de participar da festa e trouxe uma caravana de três ônibus do bairro de Messejana, próximo ao Eusébio. “A igreja Universal está de parabéns por este evento, nunca vi nada igual. É muito lindo ver esta multidão falando uma só língua, a língua da paz e da justiça, e sem discriminação.”

Os organizadores contaram com o apoio da prefeitura de Euzébio, Companhia de Policiamento Rodoviário e Federal e Estadual, da Autarquia Municipal de Trânsito de Fortaleza, o Detran.  Estavam à disposição sete ambulâncias, com quatro médicos e 20 enfermeiros, além de um helicóptero para fazer a ronda aérea.
Estiveram presentes os cantores Gisele Nascimento,  Davi Saccer, do Trazendo a Arca, e Edilson Maia.  Um dos momentos mais esperados foi a oração pela paz, em que os participantes levantaram lenços brancos, simbolizando o desejo pela transformação da família. O bispo Francisco Decothé falou a respeito da ressurreição de Cristo, citando a passagem bíblica de Lucas 24, e que o mesmo iria acontecer na vida daqueles que agirem a fé. “Infelizmente, os índices de violência no Ceará estão crescendo a cada dia, mas O Senhor Jesus nos dará a paz que precisamos ”, enfatizou.

O Dia D ficou marcado principalmente na vida daqueles que conquistaram a tão sonhada cura, como o aposentado Luís Carlos Vieira, de 75 anos, que não ouvia havia mais de 20 anos. Antonia Cavalcante, de 78 anos, havia mais de 3 anos não enxergava e não andava, devido a um Acidente Vascular Cerebral (AVC).  Mais de 50 paralíticos foram curados neste dia.

Veja as fotos:

Globo, preconceito e discriminação no DIA D

O jornal O Globo continuou, nesta sexta-feira (23), a tratar o Dia D, megaevento cristão que reuniu cerca de 10 milhões de pessoas em todo o Brasil na quarta-feira (21), apenas como causador de problemas de trânsito e lixo no Rio de Janeiro, sem ouvir os participantes nem os organizadores. Na matéria intitulada “Caos sem dono”, o jornal criticou a prefeitura e os organizadores do encontro. Um promotor do Ministério Público disse ao jornal que tanto as autoridades quanto os organizadores poderiam ser processados. Uma foto com um pequeno monte de lixo do evento ocupou quase meia página do jornal.

capapglobo-20100623

Durante o programa Fala Que Eu Te Escuto, transmitido pela Rede Record na madrugada deste sábado (24), autoridades de várias regiões do Brasil manifestaram seu apoio ao Dia D, megaevento religioso que reuniu mais de 8 milhões de pessoas em 28 cidades brasileiras. Também foram ouvidos voluntários da Força Jovem que ajudaram a recolher o lixo após o evento de forma que a companhia de limpeza pública pudesse fazer a coleta.

No dia (22), o jornal citou que a previsão passada seria de 100 mil pessoas. O bispo Clodomir foi enfático: – É mentira. Nós já tínhamos feito eventos semelhantes no aterro do Flamengo, com mais de 1, 5 milhão de pessoas.

De acordo com os telespectadores que participaram da atração via telefone, esta é mais uma prova de que a família Marinho, dona das Organizações Globo, é preconceituosa e move uma campanha difamatória não somente contra a Igreja Universal do Reino de Deus, mas contra todos os evangélicos, católicos, espíritas e seguidores de demais denominações religiosas que estiveram presentes ao encontro.

Fonte: Conteudo

Igreja Universal reúne milhares de pessoas no Acre

Estádio da Federação no Acre tornou-se pequeno no ‘Dia D

Mais de 13 mil pessoas compareceram ao Estádio da Federação de Futebol, na capital do Acre, Rio Branco, no Dia D. Mais de 2 mil pessoas não conseguiram entrar no local, tendo que participar do evento pelo lado de fora.

Mesmo enfrentando chuva, em certo momento, as pessoas permaneceram no estádio até o término do evento.

O pastor Fabiano Peixoto, responsável pelo trabalho da IURD no Estado, iniciou reunião às 16 horas, e, na oportunidade, orou pelas pessoas enfermas e desesperadas que foram decididas a não retornarem para seus lares com os mesmos problemas. Ele ainda citou a importância de se receber não apenas milagres físicos, mas, sobretudo, o verdadeiro milagre do Novo Nascimento, o Encontro com Deus.

Era notório ver as pessoas saindo da concentração realizadas e felizes com a manifestação de Deus em suas vidas. “Tive uma experiência gloriosa com Deus, algo que nunca mais vou esquecer”, afirmou a dona de casa Vânia Vale, 31 anos.

Veja a galeria de fotos:

‘DIA da Decisão’ na Bahia

O “Dia da Decisão”, na Bahia, reuniu mais de 600 mil pessoas. O evento foi realizado no Parque de Exposições, em Salvador, a partir das 17h. A concentração foi marcada pela demonstração de fé não apenas dos membros da Igreja Universal, mas de baianos de várias religiões. O bispo Jadson Santos, responsável pelo trabalho evangelísticos da Igreja no estado, clamou pelo milagre na vida dos milhares de participantes.
Mesmo com um início de manhã chuvoso, a católica Nadja de Santana, 31 anos, saiu da cidade Saubara, no Recôncavo Baiano, para buscar uma decisão. “Recebi o convite de minha irmã e resolvi aceitar porque tenho fé e preciso de libertação”, declarou Nadja, pouco antes do evento ser iniciado.

Uma família com 15 membros aguardavam com expectativa o dia da concentração. “Eu estou até emocionada de estar aqui ao ver tanta gente querendo buscar a Deus, alcançar milagres, e é o que eu quero em minha vida e para minha casa”, disse Adelmo Corrêa, de 37 anos, administrador de empresas, ao posar junto com os parentes.
Uma megaestrutura foi preparada para receber a multidão: 300 homens da Polícia Militar, postos avançados do Corpo de Bombeiros e da Secretaria Municipal de Saúde garantiram a segurança e o atendimento médico.

As primeiras caravanas do interior a chegarem na capital foram de Juazeiro e da cidade pernambucana de Petrolina. Aproximadamente 250 pessoas passaram mais de 8 horas na estrada.

Cantores gospel cantaram louvores e sacudiram a multidão. Depois, o bispo Jadson orou pela família, pela cura e pela libertação do povo.

O ponto alto da concentração foi quando, em silêncio, a multidão permaneceu atenta à transmissão da mensagem do bispo Edir Macedo, diretamente da Inglaterra.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 1.680 outros seguidores